terça-feira, 16 de agosto de 2011

TCC DO CURSO ÉTICA, VALORES E CIDADANIA UMA VISÃO ATUALIZADA.

TCC DO CURSO ÉTICA, VALORES E CIDADANIA UMA VISÃO ATUALIZADA.
ALUNA: JAÊNIA SOUSA PEREIRA.
Hoje a sociedade em si está em busca dos valores que ao longo dos tempos foram deixados de ser plantados, pois só devemos cultivar os valores, se foram primeiro semeados. A educação vive um momento de preocupação com o ensino de qualidade onde está inserido o resgate dos valores morais, a busca pela ética, pela construção da cidadania.
Existe uma preocupação maior com o ensino, conteúdos e diversas atividades para preencher o tempo em que o aluno está em sala de aula, enquanto a educação onde o foco seria ajudar o aluno a integrar ensino e vida está sendo deixada de lado. A educação tem que buscar o resgate dos valores e essa tarefa deve começar dentro da sala de aula. Começando com docentes bem preparados tanto intelectualmente como emocionalmente, bem remunerados, com boas condições de trabalho. Para que esses incentivos tenham reflexos em sala.
Pois como educador o professor deve buscar tarefas que estimule o desejo e o gosto do aluno pelos estudos, mostrando o valor dos conhecimentos para a vida e o trabalho.
A escola como a instituição que está em busca do desenvolvimento do aluno que ali se encontra tem uma árdua tarefa de lutar contra fracasso escolar. Esse problema atinge a escola desde muito tempo, e ainda hoje continua afetando. Uma das alternativas para tentar superar o fracasso escolar é a valorização do aluno, reconhecendo-o como sujeito ativo da escola, que ele não está ali só para receber conteúdo, mas também para transmitir conhecimento adquiridos, socializar-se e interagir com os outros alunos.
A Formação Pessoal e Social e Conhecimento de mundo são dois focos que a escola deve levar em consideração. Ensinando o aluno desde criança a ter bons relacionamentos, ter responsabilidade com suas atitudes, ter tolerância, saber conviver com as diferenças do outro, acima de tudo ter respeito para com o próximo, contribuindo assim para seu crescimento pessoal, orientando-o como viver no mundo cheio de competição favorecendo na construção de sua cidadania e autonomia.
A escola é o espaço mais propicio às manifestações e ao exercício da cidadania uma ves que ela é a instituição que se preocupa com a formação cidadã de seus alunos. E os RCNs(Referencial Curricular Nacional) orienta que a escola deve garantir a dignidade da pessoa humana.
Tanto a família como os educadores são exemplos para as crianças, pois os filhos e muitos alunos se espelham nos pais e professores respectivamente. Logo não adiantam os pais e educadores exigir respeito, ética, valores morais das crianças se eles mesmos não praticam tais comportamentos. Os exemplos têm que começar pelos adultos.
A família é a base para a formação de uma sociedade diferente. Hoje estudo mostra que o grupo familiar está enfrentando sérios problemas na educação e formação de seus filhos. Pois não existe uma fórmula pronta para educar os filhos. E não adianta somente criar-los, mas educá-los fazer com que eles tenham saúde social.
É importante que as crianças tomem suas decisões, para descobrirem desde sedo o valor que elas têm em suas vidas, contribuindo para a conquista da responsabilidade. E que não adianta os pais educar com ameaças,não adianta,pode funcionar naquele momento vai gerar medo e não responsabilidade. Porém tem que impor limite com autoridade. Os limites são essências na formação da criança, por quanto que ela não tem o discernimento do certo ou errado.
Logo é na infância que os pais podem determinar os passos que os filhos vão dar no futuro. É na infância que se forma a personalidade da pessoa, pois é como se fôssemos um livro com as paginas em branco e que aos poucos essas páginas vão ser preenchidas. Por isso a importância dos bons costumes, da valorização do ensino religioso, de uma educação voltada para a valorização da família e dos valores.
Segundo os textos do curso “os valores só poderão vir ser resgatados afetivamente nas relações se for feita uma viagem intrapessoal, buscando sentido e significado para os fazeres,dizeres, posturas, modo de ser e de estar neste mundo”. Buscando a afetividade. E a busca da efetividade dar-se através do dialogo. O dialogo vai construir a confiança entre pais e filhos, vai aproximar o aluno “problemático” com o professor.
O bullying na escola é um tipo de violência que tem agravado-se bastante dentro da escola em geral, mas especificamente na sala de aula. Os agressores normalmente são pessoas sem limites, crianças frustradas que enfrenta algum problema em casa, e que desconta toda sua revolta causando dor e sofrimento em outro colega de sala, em forma de apelidos, xingamentos, e até mesmo atos de violência física.
Nesse caso novamente é questionada a valorização de uma educação voltada para a construção de uma sociedade mais humana, da valorização dos direitos e dos deveres que temos como cidadão. Jean Piaget já defendia a moral como um sistema de regras, não para ser seguido à risca mais sim para orientar a pessoa como melhor agir.
Tanto os pais como professores que desejam construir a autonomia de sues filhos e alunos devem desenvolver com eles atividades grupais que vai fortalecendo assim os laços de amizade, desenvolvendo a relação interpessoal.
Escola, família e comunidade esses é o tripé para obtermos uma educação de qualidade. Todos devem se unir com um único objetivo de lutar para termos uma educação que construa pessoas de bem, autônomas, que sejam capazes de tomar suas decisões com coerência.
E para que isso ocorra à escola tem que se tornar participativa, deixar de ser um lugar fechado e abrir suas portas para os pais e a comunidade, fazer com que haja uma ação coletiva para que os problemas da escola tornem-se um problema de todos.
Logo a escola conta com o PPP, Projeto Político Pedagógico que irá auxiliar nos trabalhos pedagógicos da escola. O mesmo tem como objetivo orientar as ações administrativas e pedagógicas e por ter dimensões políticas ele é voltado para a formação do aluno como cidadão participativo, responsável, crítico e criativo.
O professor comprometido com a educação vai auxiliar o aluno com idéias construtivas, indicando leituras para que através da mesma ele possa adquirir conhecimentos que o ajude a ser um cidadão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário